O Principe Alegre

Principe alegre

February 25, 2021

Capa

Porcaria

Morremos nós
como o touro descrito por Kerouac
como um cachorro
que teu pai matou
com uma enxada na cabeça.
Sonho morrer como um cachorro sem pai.
Morreremos nós.


Grito preso, passos largos

Eu gosto de correr,
corro até as pernas doerem
correr de quem?
correr para onde?
Corro na chuva.
Respiro molhado com as arvores da praça
Corro sozinho na chuva.
Correr de quem?
Correr para onde?
Me distancio, mas nunca o suficiente
talvez minha linha de chegada
não se encontre num mapa.


Algumas mais que outras

Talvez eu tenha acordado,
e a ideia de partir mais uma vez
tenha apontado o que necessitara ver.
pena que te agradecer
soaria como deboche
e eu mais uma vez, um filho da puta.
Inspiro fresco
e o rosto do meu par
regride para uma interrogação.
Inspiro fresco
com sabor de eucalipto
Na fé de que por descuido
tu lerás minhas palavras
com apreço.


Que ou quem perdeu a esperança

Eu vejo sangue na sua boca
seu nariz
sua camiseta amarela
vejo seus pés sujos
em passos abertos
e reparo na sua coluna torta.
reparo nas suas ameaças sendo ditas repetidamente.
Sabe, estou cansado de onde estou
Cansado!
Busquei reconciliação em abraços vagos.
Hoje penso,
Corri de quem?
Corri pra onde?
Sigo e sigo
talvez eu devesse fazer yoga
ou então gozar dentro de voce


12:51

O sol brilha
sexta feira
o vento, venta
e uma fuga na conta.
1 x 0 para o bom samaritano
para o bom marido
para os plenos pulmoes
para o penis que nao passou vergonha
por broxar
em funcao do fluxo sanguineo estar focadinho
em fazer a digestao.
Que dia lindo,
perfeito para queimar
os donos dos cachorros presos
no piso frio cheio de merda
apertados e encurralados
a espera de uma chinelada na cara
para passar o abandono


Textos e notas por aqui e por ali.